segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Amor...

I aos Coríntios 13: 1 - 13.

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal.
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

domingo, 13 de novembro de 2011

O Vaso e o Oleiro


A palavra do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo:
Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras.
E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas,
Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.
Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo;
Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.

Jeremias 18. 1 ao 6

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Meu Pequeno Jardim!

Gardênia...
Não sei o nome dessa planta que estou pegando na foto, mas ela dá uma flor muito linda, num tom laranja avermelhado. Quando elas estão assim, é porque com certeza amanhã irão brotar.


Meu pequeno jardim é composto de plantas que pra mim são muito especiais, não apenas pelas plantas em si, mas pela história por trás de cada uma delas.
Todos os dias as rego com muito carinho, e enquanto as rego, muitas cenas se passam em minha cabeça. Principalmente as dos momentos em que as adquiri.
Tenho não tantas plantas o quanto gostaria de ter, mas tenho o suficiente pra fazer do meu lar, um lar mais bonito e feliz.
Porque as plantas trazem em si, beleza e vida.


Essa planta chama-se Lírios da Paz, eu comprei no Shopping Iguatemi , o qual costumo ir sempre com meus filhos aqui em Fortaleza. Quando comprei estava passando por um momento delicado, estava quase inconsciente, num momento de impulso, sem saber como reagir a uma determinada situação, na qual estava segurando pra não chorar diante das pessoas. 
Mas ao contrário de me sentir triste quando a vejo, me sinto muito feliz, ao ver suas flores nascendo, quando menos esperava, ou pra ser sincera, jamais esperava.

Lírios da Paz



Gardênia... : )


Homenageando ao criador de toda a natureza, aquele que me fez para o seu louvor. Deixarei aqui o hino da harpa cristã, de número 344, chamado, Um Amigo Entre os Lírios.

UM AMIGO ENTRE OS LÍRIOS

1- Entre os lírios no meio dos vales
Está um amigo que é caro pra mim;
Quero segui-lo isento dos males,
Vê-lo no céu com os anjos enfim.

Meu salvador Jesus, Ó filho do bom Deus;
Graças por tua luz, que veio dos céus!
Por mim provaste a cruz,
Por mim morreste, Jesus!


2- Hoje te busco, ó vem, revelar-me
A luz divina, onde estás, meu Jesus,
Com teu rebanho vem já a levar-me
Para o rio que vida produz.

3- Ouve-me agora, Jesus mui amado,
Deixa-me teu grande amor desfrutar;
Não mais me escondas Teu rosto adorado,
Pois me chamaste pra me libertar.

4- A voz de Cristo é pra mim mais preciosa
Que a voz dos anjos; e do sol a luz,
Não tem o brilho da face radiosa
Quando sorri meu amado Jesus.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Drogas


video


Música: Drogas 
Catedral

Ter que se iludir ao se encontrar
Com mecanismos de uma bruta ilusão
E não sentir o que é real, o que é viver.

O que é ser, se já não sente
Se ser drogado é ânsia de não ter querer
P'ra que fugir
Se os problemas
Sempre vão amanhecer com você 
E não tem fim

Droga, de só querer usar mais drogas
Há tanta coisa pra saber,
São tantos rumos pra tomar,
São tantas provas pra vencer,
Mas como se você
Em uma seringa precisar se esconder
Pra não enfrentar,
A covardia sempre vai te perturbar
Vai acabar com você.

O que é ser, se já não sente
Se ser drogado é ânsia de não ter querer
P'ra que fugir
Se os problemas
Sempre vão amanhecer com você 
E não tem fim

Vai acabar com você.

________________________________________________________________

Trabalho realizado na Escola Arco Íris na semana científica e cultural, abordando o tema, drogas.

 Moabe

Joabe

Devo parabenizar os alunos e professores pelo trabalho excelente apresentado nesta feira cultural, onde se procurou alertar sobre as consequências deste mal que vem ceifando vidas. O vazio que muitos têm os fazem ir em busca de prazer, um prazer momentâneo e destruidor.




Amy Winehouse, uma jovem linda e talentosa foi vítima deste mal, se entregou a dor, ao medo, tentando anestesiar suas emoções, e deixou pra trás pessoas que admiravam seu trabalho e que a amavam. 
Não adianta tentar fugir da realidade. Todos os dias vamos nos deparar com dificuldades, mas o que temos que fazer é enfrentá-las, assim nos tornamos guerreiros, quando lutamos contra nossos medos, incertezas, traições. Lutando com a arma mais poderosa que existe... O Amor!